Buscar
  • Lidiane Magalhães

Variações do leite vegetal

Já a alguns anos o leite de vaca vem sendo questionado. Seja por causa da lactose, seu açúcar natural — responsável por provocar reações gastrointestinais em um grupo de pessoas —, seja em decorrência do potencial alergênico de suas proteínas. Apesar disso, o leite de vaca continua na mesa do brasileiro. Isso é verdade? É, mas também vem crescendo uma parcela de pessoas interessadas na bebida de origem vegetal. Não só por causa do crescente público vegetariano e vegano, mas também pelo aumento da preocupação com o meio ambiente. Hoje sabe-se que, para obter o leite de vaca o impacto no meio ambiente é bem maior do que aquele gerado para elaborar itens plant-based.



Bebida de origem vegetal


Há alguns anos os mercados ofereciam somente opções à base de soja como alternativa ao leite animal, mas hoje são tantas alternativas que não falta novidade nas gondolas dos mercados. Chega a ficar difícil a escolha. Enquanto o leite de vaca tem variações, entre as marcas, apenas em relação ao teor de gordura e à presença de lactose, a categoria plant-based é enorme. Os produtos têm ingredientes diferentes. Por isso deve-se ler sempre o rotulo antes da compra. Sabe-se que a grande maioria escolhe por sabor, mas é importante ir além. Na substituição do leite de vaca pela bebida de origem vegetal é necessário estar atento a quantidade de gordura por porção, açúcar, cálcio e vitamina D.


Variedades


Aveia

Seguindo a característica do alimento, a bebida tem alto teor de carboidratos e é celebrada pela presença marcante de fibras, substâncias que dão saciedade e estimulam o funcionamento intestinal. Atenção: para se beneficiar das fibras, a bebida não deve ser coada.


Amêndoa

Sendo uma oleaginosa é reconhecida por seu conteúdo caprichado de gorduras. Mas são versões bem-vindas ao organismo — um mix de mono e poli-insaturadas, parceiras sobretudo do coração. Outra vantagem de incluir a bebida de amêndoas na rotina: o acesso à vitamina E.


Castanha-de-caju

Outro representante do grupo das oleaginosas. A bebida é nutritiva, especialmente por causa da presença de gorduras boas e por ser fonte de antioxidantes e outros compostos bioativos.


Soja

Segundo especialistas, a bebida vegetal de soja é a que apresenta o melhor perfil de aminoácidos, mas seu sabor forte e o alto potencial alergênico dificulta o domínio da leguminosa no mercado. Além disso, a bebida costuma ser preparada com o grão transgênico, o que afasta uma parcela dos consumidores.


Arroz

Assim como a aveia, esse cereal abriga um montante expressivo de carboidratos e uma ínfima quantidade de gordura. Porém, em termos de vitaminas e minerais, a aveia sai na frente. O sabor vai de neutro a adocicado, dependendo da marca escolhida.


Coco

Possui uma maior quantidade de gorduras. Mas, ao contrário das oleaginosas, a versão predominante na fruta é a saturada. Por isso deve ser consumida com cautela. O melhor é alternar com outras bebidas e não a consumir todos os dias. Outro traço marcante é o sabor mais pronunciado da fruta. Isso merece ser levado em conta durante a elaboração de receitas.


Agora fica a seu critério. Qual será sua escolha?

Importante: as informações acima não substituem a necessidade e a importância de ler o rotulo. Pela sua saúde e pela saúde da sua família, leia o rotulo sempre!

Fonte: Revista Saúde


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Musli